terça-feira, 3 de junho de 2008

Foco

Ouço essa palavra todo dia em alguma aula na faculdade. Foco na matéria, foco no personagem, foco nas imagens, no entrevistado, no assunto, no público, no Ibope, no apresentador, no rosto, na roupa, nas mãos, no suor, no futuro. Foco na vida pessoal, foco na carreira, no que quer e, principalmente, no que tem-se certeza que não quer, muito obrigada. Foco em qualquer coisa que tire seu foco do que não pode/precisa ser focado. Foco na foto, foco da vida.

Já reparou como as fotos com foco em alguma coisa e sem foco noutra ficam interessantes? Dizem que tem testes psicológicos que abordam isso, que tipo de pessoa repara primeiro no plano focado, e que tipo acaba prestando mais atenção nos detalhes. O foco é assunto pra mais de 100 linhas, mas poupemos seu precioso tempo e foquemos (!) no assunto no qual comecei a ter foco recentemente.

Deixar uma parte de você mesmo pra trás é difícil, mas juntamente com o tempo, o foco é um aliado e tanto nesse quesito. Foi buscando outros focos que eu consegui chegar onde estou hoje, fazendo o que gosto na vida profissional e esperando a vida pessoal se encaixar sozinha. Parece papo de auto-ajuda, o que na verdade acaba sendo, a ajuda a mim mesma que me dou diariamente. Comigo tem funcionado, mas é preciso foco - a falta de foco no que não te faz bem, e que você sabe disso.

3 comentários:

Anônimo disse...

Ninaa, que bom que vc tá se achando profissionalmente. Boa sorte!

Alice

Guga Alves disse...

Saudades de tu meu amor ! :)
De ler o q vc escreve aqui tb..

Bjoooos !

Anônimo disse...

Niiina.. kd seus textos?saudades

Roberta

Postar um comentário