terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Eu não desejo

Nesse novo ciclo que começa este ano, eu não desejo que você seja feliz. Talvez eu deseje que você continue sendo feliz todos os dias como tem sido, não só nesse ano. Não desejo que em 2012 você realize seus sonhos. Desejo que você crie coragem pra realizar todos eles, e que não desista pelo meio do caminho, por mais longa que essa estrada lhe pareça, às vezes. Não desejo que nesse ano você encontre seu verdadeiro amor, porque se ainda for muito cedo pra isso, eu desejo é que você não ache amor nenhum, que não seja o amor próprio e o amor pela vida, pelo verão e pelas coisas menos românticas. Não te desejo sorte em nada, mas se você tiver, aí sim, desejo que você entenda que sorte pode passar, e que aceite isso numa boa.

Não te desejo amigos, nem novos nem velhos. Desejo que você saia mais de casa e vá conhecer o mundo, e se nesse meio tempo você fizer novas amizades, ótimo, amigos são sempre muito bem-vindos. Desejo pouco que você tenha as coisas; desejo muito mais que você consiga as forças pra buscar tudo que quiser. Não desejo que você mantenha seus amigos antigos. Alguns desses, inclusive, é bom que você saiba entenda que é melhor manter longe de você. Desejo que você tenha lucidez pra notar isso, que você quebre a cara, mas que aprenda logo que foi melhor assim e bola pra frente, porque nada pára pra você se recompor. E eu não desejo que você não precise se recompor, mas sim que você se recomponha no seu tempo, nem mais nem menos.

Eu não desejo que você não chore nem sofra. Espero que você chore pra deixar ir embora todas as mágoas que te acharem nesse ano, sem guardar nada. Espero que você sofra logo bastante dores pra que, quando elas se repetirem no decorrer da sua vida, haja a chance de doer menos. Desejo preguiça pra você descansar os dias trabalhados, e falta de seriedade pra quando te chamarem de preguiçoso. Faça nada quando te der vontade; não te desejo responsabilidade pro ano inteiro; deixa ela bem longe quando for tirar férias. Não te desejo nem mais nem menos dinheiro; talvez eu te deseje disposição suficiente pra trabalhar por essa grana, e que você mereça cada centavo.

Te desejo ressacas, porque ao menos você se divertiu nas bebedeiras. Desejo risada de doer seu dente e barriga, de quebrar um copo na mesa de tanto que você riu e não conseguiu segurar os berros. Não desejo que você seja você mesmo, se você mesmo for um imbecil. Desejo que você tenha discernimento pra entender que pode ser melhor, e queira ser melhor, sem que ninguém precise te dizer absolutamente nada. Não desejo que você saiba tudo sozinho: desejo que sobre gente pra te ajudar a saber e entender o mundo cada dia mais e melhor. E mesmo quando você não souber tudo, nem entender tudo, não desejo ansiedade: te desejo calma, afinal ninguém sabe de tudo mesmo.

Eu não desejo nada que você não possa fazer nem cumprir. Não desejo nada que não esteja ao seu alcance. Porém, desejo que você não se satisfaça com pouco, e que ninguém seja louco de te dizer o que é esse pouco. Que você saiba seus limites, mas também que saiba diferenciar aqueles que só falam as coisas pro seu bem. Não desejo que você precise de conselhos, mas desejo que sua vergonha suma quando você quiser algum - e que pessoas que te amam de verdade estejam por perto pra você não correr o risco de ouvir alguma besteira ou mentira. Desejo que você ouça mentiras pra saber reconhecer a verdade, quando ouvir alguma.

Não desejo um ano bom: desejo 365 dias do melhor que você puder, pra que no dia 31, na hora dos fogos, você possa sorrir sinceramente - seja por que motivo for.

3 comentários:

Victor Almeida disse...

Ninoca!

Simplismente, o post mais sincero e rápido da história. Engraçado, sair tanta coisa dessa cabeça assim em apenas 5 minutos?! Mas se tratando de você, eu nao vejo nenhuma surpresa.

Não vou falar mto, mas vou tentar resumir.
Continue sendo essa pessoa maravilhosa, com esse jeito louco rs e com essa sagacidade que vem de berço.
E desse ano não passa, quero meu autografo.

Acredito e sempre irei acreditar em você!

Beijão =D

Luine Martins disse...

sensacional!

Denis Jonas, O Pimenta disse...

Nina, minha querida, rs! Desculpe a intimidade, mas é que já te considero uma pessoa próxima! Há muito tempo acompanho teu blog e adoro teus textoS! Parabéns, vc escreve divinamente bem! Também tenho um Blog e como vc, escrevo de vez em quando alguma "coisinha" por incentivo dos amigos, rs! Só hj resolvi te procurar no Face e essa era a mensagem que deveria constar no convite, mas infelizmente SEU PERFIL não permite, rs! Espero que ao ver, vc não ache que sou mais um desses psicopatas que nos cercam pelas redes sociais, rs! ABRAÇOS, SUCESSO, LUZ. Aguardo um contato positivo!

Postar um comentário