quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Poesia que não é minha

Sabia que alguém ia se machucar
Só não sabia que seria eu
Bem que eu imaginava que a culpa era sua
Enquanto você dizia que o erro era meu
Mensagens chegam
Mas você, nunca diz nada
Minhas qualidades agora viraram defeitos
E a paixão, talvez mágoa...
Não de você,
Mas sim do que poderia ter sido
Não do não querer
Mas o do ter sumido
Sumiu meio que sem dizer nada
Sem falar se era o frio ou o sol que não fez
E me deixou meio perdido
Sem saber se deixo ou tento outra vez
Cadê aquele papo de amigo?
Não vejo mais ele em você
Queria te falar sobre aquele livro
Nem tive coragem de ler
O filme que você me deu
O mais longe eu escondi
Aquela música que você tanto gosta
Ontem à noite eu ouvi
Sim, eu sei a culpa foi minha
Que caí nessa mesmo sabendo o que tava errado
E da foto que um dia teríamos
Só sobrou um vazio do porta retrato
E da grande história que poderia ser escrita
Sobram páginas brancas pra escrever depois
E de tudo de belo que contaríamos para todos
Fica só a frustração do que poderia ter sido e não foi


~ Não fui eu quem fiz, mas faz todo um sentido pra qualquer pessoa, alguma vez na vida... Né?

Um comentário:

josele disse...

amei a poesia mas quem escreveu???
bjx nina

Postar um comentário