quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Depois de você

Não, eu não lembro mais
Como é me apaixonar
Sentir frio na barriga
Ou esperar ligar

Não lembro mais de ter
Alguém em quem pensar
De não conseguir dormir
De começar a gostar

Não lembro mais de ser tão bom
De não conseguir esquecer
Não sei como é saudade nova
Porque ainda é a sua que vem doer

Não lembro mais da ansiedade
De troca de olhares
De todo aquele jogo
Depois de você, fiquei sem vontade
De começar tudo de novo

Não lembro mais do medo
Do risco de poder perder
Parece que não aconteceu muita coisa
Depois que não houve mais você.

2 comentários:

Ingrid Mirandda disse...

É exatamente o que eu to passando agora. Seus textos sempre me descrevendo, impressionante. Parabéns

Tiago Damian disse...

continua com.. 'apesar de você/ amanhã há de ser/ um grande dia..'

Postar um comentário