segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Não nos somos

Talvez a gente não seja um pro outro. Vejo em você coisas maravilhosas, mas não comigo, não na minha rotina. E sei que você me olha e admira, nutre esse amor que diz sentir, mas não me ama como pra caminhar do seu lado. Pra talvez olhar às vezes, quando eu estiver marcada em alguma foto de amigos em comum. Você vai me ver e ficar feliz por eu estar bem. Possivelmente melhor do que estive com você. 

E eu vou ver que você mudou os planos e eu realmente estava certa, aquela vida não fazia sentido e você precisava mudar. Que bom que tudo deu certo, vou pensar quando me contarem que você vai ser papai de novo, que virou vegetariano, que largou o cigarro. E vai ser sincero, porque o amor é genuíno, eu também amo você, mas nos amamos de longe. A gente se ama bem melhor assim.

Mas não, a gente não vai ser amigo,  porque a nossa auto estima é em dia, só que não é estável. Alguns dias dois beijinhos na face serão mole, se esbarrar no shopping. Mas tem dia que vai ser um abraço meio sem jeito na festa do filho da prima do conhecido e que merda, estragou meu sábado. Então mantenhamos a distância segura, onde eu sei que você não me magoa mais, não se eu não deixar.

Foi ótimo enquanto durou, um dia vou dizer com a tranquilidade com que falo de quem veio antes de você. Sem temer esbarrar porque já não fará a menor diferença. É só uma questão de tempo - e daquele amor da minha vida que eu pensei que era você ir embora de vez. Mas o alívio de saber que não era, e por isso nos deixamos, já tá aqui. Pelo menos, né? Então me ajuda e deixa o visualizado e não respondido quieto. Um dia, já não vai importar mais. 

Nina Lessa (novembro/2015)

Um comentário:

Leandro Garcia disse...

Não precisa desfazer a amizade, mas melhor ficarmos cada um no seu canto por um longo tempo, tipo assim . . . ". . . talvez eu diga, minha amiga / pra ser sincero / prazer em vê-la / até mais . . ." Já cantava Humberto Gessinger.
Histórias reais são as que ficam melhores quando descritas, mesmo que tristes. Essa parece.

Parabéns pela escrita !

Postar um comentário