sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Vítima

Coisa feia, se fazer de vítima. Mas não tem jeito, a gente sempre acha que a culpa é do outro. Mané reconhecer as devidas responsabilidades. Se ele me traiu, claro que a culpa é dele. Ele mentiu? Culpa dele, mentir é errado. Quem mandou não ter me contado que tinha ficado com ela? Não interessa se foi antes da gente se conhecer. Omitir é a mesma coisa que mentir, e esconder é safadeza. Culpa dele, só dele. Pra que foi fazer escondido? Sinal de que não confia em mim, e eu nunca dei motivo pra isso. Culpa dele, esconder as coisas numa relação é sinal de falta de fidelidade, e principalmente, falta de respeito. Bonito, né, todo mundo sabia, menos eu. Todo mundo rindo da minha cara de panaca. Culpa sua.

A culpa fica sendo do outro porque é mais fácil. Analisar a própria responsabilidade quando acabou de se tomar um par de chifres (ou alguns - quando a gente descobre o primeiro, surge o medo de ter sido só um no meio de vários) é quase impossível. Haja frieza e alma elevada, mesmo que a relação já tenha acabado há tempos, ou que nem tenha havido qualquer compromisso ou status no Orkut. Se a culpa pode ser transferida, não tem por que ser parcial. Ainda mais quando houve mentira ou omissão. Realmente, mentir é errado, e omitir não deixa de ser uma mentira disfarçada. Porque mentir pra evitar uma briga pode parecer uma solução, mas como o sistema de cotas nas universidades brasileiras, é só uma maneira de tapar o sol com a peneira.

Culpa é pra usar no tribunal. Na vida real, o negócio pode não parecer, mas é mais embaixo. Lógico: matou alguém? Serás julgado, (talvez) condenado, cumprirá pena e pronto, ao menos para a lei, você pagou pelo que fez. Aqui fora, as leis podem ser um pouco mais severas. Mentir e ser descoberto pode te causar a perda do seu grande amor. Descobrir um segredinho, uma mentirinha que foi teoricamente pelo bem da relação pode demandar a perda de uma confiança que demorou anos pra ser conquistada, e mesmo sem o fim do relacionamento, a cobrança não vai sumir e o inferno será instalado - visando um fim próximo, ou virando um veneno eterno para aqueles dois.

Mas o tempo passa, ou a consciência pesa com os questionamentos de "onde foi que eu errei", o que vier primeiro. Será que a culpa foi dele mesmo? Eu estava deixando algo de lado, esquecendo alguma coisa? Qual foi meu papel nisso tudo? E depois de se achar a última das moicanas, a mais errada do mundo, ela chega: a responsabilidade. Claro que mentir é errado, e não era preciso você fazer papel de babaca na frente das pessoas, mas será que seu pavio não era curto demais de vez em quando? Você já parou pra pensar no fundamento daquele ciúme todo que sentia? E quando nem era namoro, não era nada - será que você não cobrou demais por uma relação que nunca existiu? Às vezes a ilusão é a gente quem cria. A imaginação nos prega muitas peças.

É, a responsabilidade é dos dois. Bastavam algumas conversas, algum compromisso de ambas as partes: você confia mais nele, que tenta ser menos efusivo quando encontra aquela amiga 'gente boa' dele. É tudo uma questão de respeitar os limites. Pode parecer muito mais fácil na teoria - e é -, mas não é tão difícil assim na prática. E se for, talvez seja preciso repensar os dois juntos. Tem par que simplesmente não funciona. Mas antes de conclusões, tentativas. Nada destrutivo, é preciso dizer. Esgotar as possiblidades não significa danificar uma amizade, um ambiente ou dois corações já suficientemente machucados. Porém, tentem. No máximo, a gente aprende com os erros. Pra não errar de novo, claro, mas principalmente pra sofrer menos: lembrar de dores passadas costuma amenizar algumas dores futuras que não são tão doídas assim.

5 comentários:

Anônimo disse...

foda!!! so falando assim !!!

bjss de alguém que acredita que a verdade é a base de tudo!!!!!

Amo você!

Michelle disse...

Ok, to tentando entender o que se passa. Qualquer coisa, sabe que eu to aqui, né?
Saudade de tu, fedorenta! te amo

MAHHHHHHHHHHHH disse...

Ninaaaaa
seja la o que esteja acontecendo nesse momento da sua vida...que voce saiba lidar com a situaçao e resolver as pendencias... que tudo de certo no final!!!
eiiiiii coloca fotos suas recentes no blog vai... ja q vc nao atualiza mais o fotolog...
todos adoram suas fotos doidas
beijooooooos e otimo feriado!!! tudo de bom!!!

MAHHHHHHHHHHHH disse...

Ninaaaaa
seja la o que esteja acontecendo nesse momento da sua vida...que voce saiba lidar com a situaçao e resolver as pendencias... que tudo de certo no final!!!
eiiiiii coloca fotos suas recentes no blog vai... ja q vc nao atualiza mais o fotolog...
todos adoram suas fotos doidas
beijooooooos e otimo feriado!!! tudo de bom!!!

Rogerio Jabbour disse...

Vim dar uma fuxicada , belo texto . Não leve a vida tão a sério.

Saudações Tricolores

Postar um comentário