quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Quanto tempo leva pra se conhecer alguém de verdade?

A discussão tá quente. Duas acham que dois anos é tempo suficiente pra se conhecer bem alguém. Uma delas, inclusive, acha que conhece super bem o namorado com quem está junto há um ano. Eu e o outro discordamos. Ele morou junto com a ex o mesmo tempo que eu praticamente fiz o mesmo. Ambos vimos que a gente sempre acha que conhece a pessoa, mas é convivendo todo dia, debaixo do mesmo teto, durante realmente um bom tempo, é que a gente vê como as pessoas são, e como elas reagem de verdade nessa ou naquela ocasião.

Parece que não, mas mesmo se vendo todo dia, numa refeição ou rapidinho de noite, é nos problemas juntos, na divisão das contas, nos problemas diários, numa rotina normal que a gente passa a conhecer o outro, sabe o que esperar e principalmente o que não esperar daquela relação. Defeito de fim de semana não é defeito, é característica. Ver olho remelento nas viagens de verão ou numa ou outra noite é pinto. Vai ver todo dia, beijar a boca de bafo matinal sem nem perceber mais, preparar comida, ter que lavar a louça, passar o pano pra tirar o pó, aturar o mau humor.

Nós, o "time dos que acham dois anos são duas semanas", votamos numa prévia antes de casar: todo mundo que for assinar papel, andar pela igreja, TEM que morar junto antes. Saber como o outro realmente é, mesmo que esconder certas coisas acabe sendo sem querer. A gente acha que isso evitaria muito divórcio por aí, e as pessoas poderiam aprender a ser mais pacientes, maleáveis e compreensivas. Porque essas características, ao contrário do que pensa o "time dos que pensam que dois anos são uma eternidade", não são feitas de capacidade de engolir sapo.

No final das contas, nenhum de nós quatro sabe quanto tempo se leva pra conhecer realmente alguém. Ou porque dois anos é pouco demais, ou porque nossos antigos pares tenham se escondido muito bem de nós por esse tempo todo, e um belo dia resolveram sair da casca - pode até ser. Mas, verdade seja dita: quando alguém que conhecemos há muito (ou que pensamos muito conhecer) nos surpreende de alguma maneira nada boa, a sensação de 'onde eu estava que nunca vi isso' traz uma impotência, um ar de incapacidade sem tamanho. Ah, mané dois anos!!


3 comentários:

Anônimo disse...

Ótimooo post!!!!

Tridents, no more !!!!

Mas ta muitoo boom!!!

Amo Você.. Amo ler seus textos !!!!

Mari Veloso disse...

A gente leva anos para se conhecer e morre sem nem saber quem realmente somos...imagina para conhecer uma outra pessoa!dois anos? nem a eternidade resolveria. as pessoas sempre vão nos decepcionar e nós sempre vamos decepcionar as pessoas.

Beeeijo

Máh disse...

concordo nina!!! 2 anos, nem 3... nunca é demais pra conhecer uma pessoa, o ser humano é uma caixinha de surpresas...e os relacionamentos eles vao sofrendo mutação ao longo do tempo... um casal pode se conhecer mas nunca, nunca mesmo deixarao se correr o perigo de se surpreender a qq momento e isso conta pro lado bom ou ruim da coisa!
eu namoro ha 3 anos e convivo bastante os problemas, divido contas, tudo mais... só que mal ou bem cada um tem seu canto e isso serve pra dar um dia ou dois de descanso da cara do outro e faz com que uma saudadinha bata aqui, outra saudadinha ali...
agora casou, morou junto, é mt mais embaixo...qdo se tem filhos entao.. nem se fala!!

Postar um comentário