quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Certo Medo

E se eu te disser que mudei de ideia?
Que hoje, tudo que eu disse antes
Não passa de balela,
Papo furado que eu mesma inventei?
Sim, eu realmente pensava
Tudo aquilo que falei
Mas também tinha medo
De recomeçar
Achei que era cedo
E estava cheia de receio
De você também achar

Vai que eu me entregava
E você nada?
Tem noção do quanto demoro
Pra ficar apaixonada?
Decidi não arriscar
Já cansei de fazer isso
E sei que corro todo perigo
Quando me permito
Apaixonar

Pois é, não arrisco mais
Deixar meu coração aberto
Ele não é nada esperto
E não parece saber escolher
A fase boa, o momento certo
Tanta coisa pra ser feita
Tanta gente nova por perto
E ele foi logo escolher você.

Por Nina Lessa

2 comentários:

Dudu disse...

De volta as poesias... Muito bom!

Paulo Tamburro disse...

OLÁ NINA,

SOU SEU MAIS NOVO SEGUIDOR.

ESTOU LHE CONVIDANDO PARA CONHECER MEU BLOG DE HUMOR:

“HUMOR EM TEXTO”.

A CRÔNICA DESTA SEMANA É:

“CONQUISTA DA LUA: SEGREDOS E INTIMIDADES”

O QUE NUNCA FOI CONTADO !!!

VENHA CONFERIR.

É DE HUMOR ...E DE GRAÇA

UM ABRAÇÃO CARIOCA.

Postar um comentário