quarta-feira, 15 de abril de 2009

Orgulho

Ela acabou um namoro de 4 anos no final do ano passado. Ficou solteira, aproveitou todas. Ele sofreu, ficou sozinho, arrumou uma outra e está tentando partir pra outra. Ela descobriu, não gostou e começou a reaparecer na vida dele. Ficaram juntos, mas sem compromisso. Ela percebeu que ainda gostava dele, e quis voltar. Ele enrolou uma vez, duas, até que tomou uma decisão. E isso foi hoje:

- Ele me deletou do Orkut e do MSN porque diz que ainda gosta muito de mim e quer me esquecer.

- Você disse que ainda gosta dele?

- Disse que queria voltar.

- Mas os homens não entendem, tem que ser bem explícita. 'EU GOSTO DE VOCÊ'.

- Mas ele entende, sempre me entendeu.

- Vocês duas têm que entender que ele está com orgulho ferido. Sofreu muito, e não quer sofrer de novo.

Fiquei indignada. Como assim, o cara vai deixar de ficar com a garota que gosta, que sempre gostou, o dito 'amor da vida dele' porque está com o orgulho ferido? Meu filho, quem mais do que a menina dos seus sonhos (nossa, que antiquado!) pra te curar?

Nunca acreditei no "vou ficar longe de você mesmo te amando porque vai ser melhor assim". Nem que a pessoa fique com quem supostamente lhe faz mal só pra sentir na pele e acabar deixando de gostar, mas estando junto. Gostar de alguém e se manter longe por vontade própria me é incompreensível, não adianta.

Sofrer longe de uma pessoa por vingancinha, mero orgulho bobo porque o outro terminou contigo? E se a pessoa se arrependeu? Todo mundo erra, ora. Depois de milhares de erros ok, compreensível. Mas depois do primeiro? Depois de uma longa relação, cheia de história boa pra contar e cheio de saudade dela no peito dos dois? Então é porque não tem mais amor.

Garoto esquisito. Eu, hein. Eu certamente agiria diferente.

Se bem que, pensando melhor, depende. Depende muito das histórias, do que falaram, de como essas coisas foram ditas, depende do que não foi dito e do quanto esse silêncio doeu, e por quanto tempo doeu.

É, amigo, você que sabe. Acho até que eu faria igual...

4 comentários:

luciana disse...

Essa historia de muito perto parece a minha :/, relembrei momentos que passei... "Depende muito das histórias, do que falaram, de como essas coisas foram ditas, depende do que não foi dito e do quanto esse silêncio doeu, e por quanto tempo doeu" as que nao foram ditas doeram mais.

Carol disse...

Contradição

FaElZiToW disse...

é sempre muito complicado fins de namoro, o meu em 1 mes acabou e voltou 2 vezes ate q acabou por definitivo, tentei ser amigo, e fui interpretado errado e agora ela nao fala comigo por dizer q sou muito grudento, reconheço ate que fui mesmo, mas sou assim mesmo com pessoas mais proximas, e por ela ser uma ex namorada isso pareceu estranho e errado, nao a culpo nem me culpo, eh asism mesmo, pior eh ver todo dia e nao falar, mas eu ainda gosto muito dela, nao mais como antes na epoca q namoravamos, mas, como amigo, gosto muito e admiro muito ela! mas fazer o que? temos q conviver com o orgulho dos outros e respeitar, respeitei e respeito a opniao dela sobre tudo isso e vou seguindo minha vida, um dia se ela quiser voltar a falar comigo e ser minha amiga, estarei de braços e coraçao aberto!

bizzz disse...

Olha, vc vai desculpar, mas eu concordo com esse garoto. Já aconteceu comigo, eu amava o cara mais nao quis ficar com ele porque uns meses antes ele tinha me abandonado, namorou umas duas e depois quis voltar...a gente acha q vai acontecer de novo...

Postar um comentário