segunda-feira, 11 de abril de 2011

Mulher-macho, sim senhor!

Não sei se é impressão minha ou se é algo realmente recente, essa moda das mulheres ditas "modernas" estarem com uma mania chata (acho que como toda mania...) de se dizerem masculinas, ou mais masculinizadas que a maioria, comparando-se aos homens. E tem de tudo: desde comentários como "não ligo para moda, não entendo de esmalte, maquiagem, cabelos", passando por "nossa, como mulher tem frescura! Só tenho amigos homens" até "amo futebol desde que nasci, sei tudo, mais do que muito cueca".

Confesso que me vejo falando 90% dessas frases (e não vou entrar no mérito se sou mesmo moleca ou não, só estou sendo honesta), mas também vejo uma necessidade enorme em muitas mulheres de afirmar isso aos quatro ventos. O que me pergunto é o motivo... Será que estamos concordando com os homens que somos mesmo chatas, bipolares com a TPM, implicantes, neuróticas, românticas demais e todas essas coisas que SIM, SOMOS, de onde muitas parecem querer fugir?

LÓGICO que temos momentos chatíssimos e de bipolaridades típicas da TPM (TODAS as mulheres têm isso, minhas lindas, umas mais, outras menos, mas todas temos, papai me jura, e ele é ginecologista, obstetra e mora com quatro amostras da espécie), mas honestamente, o ser humano, DE QUALQUER SEXO, que não tiver mau humor repentino ou chatices é maluco. Desconfie de um cidadão desses, ok? E converse com um psicólogo para maiores explicações, mas isso é fato.

Sobre romantismo, o que ocorre com esse pavor? Mulheres com medo de casamento, vida a dois, vestido de noiva, filhos, rosas, músicas e poemas. Você pode não SER romântico, vai de cada um, mas se for, não entendo a vergonha de admitir. Eu teria vergonha de tirar meleca no sinal, fazer xixi na rua e não ajudar o próximo - sou muito estranha? Quanto à neura e implicância, novamente: isso é inerente do ser humano, qualquer um, sem idade ou sexo. Nunca vi homem sem neura, MUITO pelo contrário...

Não estou dizendo que, realmente, a tendência vem sendo o romantismo cair de desuso, as pessoas estão mesmo sendo mais mal-educadas e menos sonhadoras, mas isso independe do sexo, é coisa do novo milênio, assim como o mundo futebolístico andar cada vez mais cheio de meninas sabidas: todo mundo com acesso a informação dá nisso, e muitas de nós entendemos mesmo, mas precisa gritar no megafone do Maracanã, a troco de nada? E olha, conselho de quem, de fato, não saca muito de moda-maquiagem-cabelo: não é vergonha ALGUMA ser feminina, muito pelo contrário.

Ando aprendendo a ser mais "mulherzinha", se assim preferirem o uso do termo, e se o seu espelho (ou namorado) não gosta que você se cuide, troque já! Porque os meus (espelhos E namorado) estão adorando a mistura fina, porém bem legal da namorada que entende de futebol, mas não larga sua manicure por nada nessa vida. Dá pra ter os dois, minha gente, porque todo mundo sabe, mas acho que anda esquecendo: saber fazer mais de uma coisa ao mesmo tempo é coisa de mulher. Aproveita, garota!

Os soutiens outrora queimados e os atuais de bojo (e com renda!) devem andar unidos. :)

4 comentários:

Babi disse...

hahahaha Adorei! Super sacado esse post! A nossa cara inclusive! rs Concordo em gênero, número e grau! E sim tb não entendo nada de muitas feminilidades, mas tb ando me amando excessivamente menininha, às vezes claro! rs

Cinthia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cinthia disse...

adoreeei esse post! é super difícil encontrar mulheres hoje em dia que consigam assumir isso rs. é o tipo de coisa que eu postaria no meu blog rs, parabéns!

Ana Ganga disse...

Não podes parar!

Às vezes tu perdes
Às vezes tu ganhas
E ainda às vezes
Ficas numa alucinação
Procuras sem encontrar
Encontras sem procurar
Numa luta diária
Inspirando e expirando
Já vais andando
Hoje parece que sim
Amanhã nem tanto assim
Ontem acreditavas conseguir
Agora só se for a sorrir
Sorrindo a vida tem cor
E a paixão dá-lhe brilho
Vive cada momento
Inspira amor
Expira compaixão
Inspira aprendizagem
Expira sabedoria
Contagia quem te rodeia
Nas tuas mãos
Está a mudança

Se te sentes deslocado
Cultiva não critiques
Não te sintas diferente
Assinala a diferença
Tu sabes
A sabedoria está dentro de ti
Mostra ao mundo
O valor dessa diferença
Faz cintilar o teu brilho
Ofuscando que te estagnou
Tudo o que tem vida
Está em constante mutação
Por isso não podes parar!


»»» «««

“Dá um passo em frente
Não regridas na tua evolução
Vai, ensina sabiamente
E nas pequenas coisas
Terás a compensação
Fica atenta!”

Postar um comentário