quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Quando a gente não se leva a sério

Pode não parecer, mas eu levo muita coisa a sério na minha vida. Responsabilidades de faculdade, estudos, carreira, planos, trabalho, amizades, namoro. Demorei para descobrir tudo isso, é verdade, mas depois que admiti, venho tentando melhorar. E já começo me explicando "cara, foi mal, mas eu sou muito perfeccionista". MUITO. É por isso que, hoje, pra eu começar um namoro, ah, é preciso muito mais do que paixonite. Aliás, ela nem experimenta se manisfestar muito, pois é ciente da lista de coisas mais importantes. No quesito amizades, é preciso muito treino pra entender que nem todo mundo pensa e age como a gente espera, e essas diferenças são o que fazem uma amizade. Eu tô aprendendo. Na faculdade, brigas e mais brigas por causa de nota, trabalho em grupo, eu sei e reconheço: sou uma pentelha.


Mas hoje, eu resolvi não me levar a sério. Pelo menos por uns dias, em algumas coisas. Sei lá o dia de amanhã, sabe? Hoje a gente tem coisas que amanhã pode não ter mais, e vice-versa. Perde-se e ganha-se tão rápido, tão 'do nada', sem esperar ou estar pronto. Por isso, e por outros motivos pessoais também, resolvi me levar menos a sério, e com isso levar os outros menos a sério também. A não ser que me peçam, as coisas vão ficar mais leves pra mim. Sem contar com as coisas ou pessoas, vou tentar estar aberta aos imprevistos que eu tanto detestei um dia, quando fazia planos de absolutamente tudo. Hoje, eu vou por aí, talvez pra me desligar de mim, quem sabe? Vou sair sem destino, sem saber por onde nem o que me espera. Não espero, e não quero que me esperem também.


Se eu tiver que achar, que ache. Se tiver que ser achada, que seja. Sei lá. Esse negócio de planos já me aborreceu demais, vou dar um tempo. Quanto? Até me provarem que eles podem fazer sentido, e mostrarem que 'a reciprocidade existe, Nina, tu vai ver'. Eu vejo, claro. Acreditei e deixei de acreditar em final feliz tantas vezes que imaginem! Plano desfeito hoje é pinto.

3 comentários:

Anônimo disse...

Oi Nina! Você não me conhece mas eu acho o máximo as coisas que você escreve, parabéns.

Em fim...você vai seguido ainda pra Maceió? conhece o Silvio Accioly Paiva? qualquer coisa me manda um e-mail Luiz_surf77@hotmail.com

beijos

Anônimo disse...

n consigo n passaraqui!! vc é otima
tiberio

karina disse...

tbm preciso fazer isso...jah me disseram isso hj e acabei de ler seu blog...

algo me diz q preciso... deixar de planejar as coisas tdo certinho....sou chatinha tbm com isso ...haoahohaohoa

vamo embora nina sair sem destino!!!!

bjuusss

Postar um comentário