terça-feira, 14 de agosto de 2012

Pode ser


Pode ser 
Que eu tenha me enganado
Tudo bem
Nunca prometi nada
Nunca dei minha palavra
De que sabia mais do que alguém
Então pode ser
Que nada disso seja certo
Que todos os meus discursos
Sejam politicamente incorretos
Tudo bem
Não faço questão que concordem
Nem que me bajulem, também

Pode ser passado
Tudo isso que ainda chamo de amor
Tudo bem
Sei que existem chances
De você não ter me amado
Ou de nem ter um retrato
Guardado
Pode ser que tenha jogado
No lixo quando fez a mudança
Tudo bem
Não guardo esperanças
Nem de você, nem de ninguém

Pode ser
Que você não me leia
Já que não me liga
Tudo bem
Não espero mais nada de você
Nem notícias
Mas pode ser 
Que você ainda pense, ainda cogite
Que se você pedir, eu fique
Tudo bem
Porque eu ainda rezo, ainda peço
E se você voltar... amém.

Um comentário:

Amanda Bougleux disse...

MUSA! Escreve muito!!

Postar um comentário