segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Vai


Vai
Pode me chamar de doida
Desmiolada
Do jeito que a coisa tá
Eu não ligo mais pra nada
Vai
Grita
Fala que eu tô errada
Me explica
Que tudo que eu fiz fui burrada
Que nessa vida eu só dou mancada
Vai
Pega logo esse telefone
Quero ouvir da voz meu nome
Vai
Ou vem
Vem pra cá
Lembra do endereço, que eu sei
Deixa na vaga de sempre
Esquece a hora
Isso não importa
Você é VIP
Não precisa interfonar
Nem precisa avisar
Vai
Larga esse orgulho ridículo
Joga fora que nem eu fiz
Por mais que talvez possa me arrepender
No futuro
Mas se eu não lutar pra corrigir o passado
Acabo sofrendo no presente
Então por mais incoerente
Que isso possa parecer
Saiba que eu te amo
E sinto uma falta imensa de você
Mas vai
Vai fazer o que você acha certo
Mesmo que isso não me deixe por perto
Vai
A vida é tua
E só tua
Que nem eu
Mas você não vai
Acreditar
Deixa pra lá
Vai
Me deixa
Vai
Me beija...

Nina Lessa

Um comentário:

Cleiton disse...

Inspirador! Muito bom. Tem momentos e situaçoes em que temos de engolir o orgulho mesmo.

Postar um comentário